segunda-feira, novembro 29, 2004

Proposta ao colectivo do "Thomar".

Proponho para “Thomarense do Ano” o Manuel António mais conhecido, talvez, por “O Esparguete” e proponho-o com base no trabalho que tem vindo a desenvolver no CIRE.

sexta-feira, novembro 26, 2004

Re: Uma curiosidade [pertinente]


Acontece que tenho uma amiga que, precisamente, faz parte do grupo de trabalho que está à frente da organização da Agenda Cultural do Cine-Teatro de Alcobaça e hoje ao receber um e-mail da mesma a dar-me conhecimento da agenda para Novembro e Dezembro, coloquei-lhe a questão concernante à gestão do dito Cine- Teatro.

A gestão está a ser feita pela Câmara Municipal de Alcobaça, por enquanto, mas há o projecto de criação de uma empresa municipal que terá esse objectivo específico.

Quanto à agenda e uma vez que me foi pedido a sua divulgação, aqui a deixo:


(pode ser que vos apeteça dar um pulinho até lá)



Cine-Teatro de Alcobaça



Contra-Regra


agenda de actividades do cine-teatro municipal de alcobaça





!!! novembro !!!


27

sábado 21h30


grande auditório



ENCONTROS DE MÚSICA & DANÇA


Este espectáculo surge da vontade de promover não só as várias artes do espectáculo como também apoiar uma instituição nobre como são os Bombeiros Voluntários de Alcobaça.

Apesar de sério na sua essência, pretende-se aligeirar o encontro com pequenas rábulas, intercaladas ao longo do espectáculo, entre os S.A Marionetas e o contratenor Luís Peças.


28 29

domingo 16h00 e 21h30

segunda 21h30


grande auditório



cinema: COLATERAL


!!! dezembro !!!


03 04

sexta e sábado 21h30


grande auditório



THE GIFT


AM-FM é o novo disco dos The Gift. Lançado no dia 29 de Novembro este disco duplo é o documento mais identificativo do espectro da sonoridade da própria banda. Em palco os The Gift farão questão de separar os dois ambientes que caracterizam o lado AM do FM. Por um lado as melodias mais íntimas fundem-se com ritmos mais orgânicos, por outro lado, são as canções pop que assumem o papel principal. Mais do que um regresso ao Cine-Teatro da terra natal, esta é a oportunidade única para assistir em primeira-mão aos novos Gift.


05 06

domingo 16h00 e 21h30

segunda 21h30


grande auditório


cinema: O CANDIDATO DA VERDADE


07

terça 21h30


grande auditório


QUINTETO SHAIKA BALALAIKA E PIA RASK


SHAIKA BALALAIKA e PIA RASK pela primeira vez em Portugal e Espanha. O encontro inédito que vai acontecer entre um dos melhores grupos musicais de balalaicas do mundo e uma cantora que faz da música popular a sua principal aposta é a continuação das noites maravilhosas que a Orquestra de Balalaicas de Helsínquia proporcionou ao público português no mês de Julho.


10

sexta 18h30


pequeno auditório


conferência/encontro

A DANÇA COMO CARREIRA PROFISSIONAL


Professores convidados > Directores das escolas envolvidas - Antony Dowsen, Director da English National Ballet School, José Luís Vieira, Presidente do concelho Executivo da Escola de Dança do Conservatório Nacional, Carlos Prado Presidente da Direcção Pedagógica da Academia de Dança Contemporânea


21h30

grande auditório


espectáculo de dança

MUITO JOVENS “PROFISSIONAIS”



Espectáculo por alunos finalistas da English National School, Escola de Dança do Conservatório Nacional e Academia de Dança Contemporânea.

Reportório inclui uma aula pública em ritmo de espectáculo e Pas de Deux dos Bailados Raymonda, A Bela Adormecida e Concerto entre outros.


11

sábado 21h30


grande auditório


I parte

espectáculo de dança

MUITO JOVENS BAILARINOS


2 parte


bailado

DOMINGA



pela CeDeCe - companhia de dança contemporânea, sobre um conto com o mesmo nome de Agustina Bessa-Luís.



Um espectáculo de certa forma ligado à literatura que narra cénicamente o conto com o mesmo nome de Agustina Bessa-Luís. Simboliza, simultaneamente, a inocência que não deveria ser ferida e a imaginação que deverá ser livre para voar. O Pequeno Príncipe entra em cena. Na generalidade, é um bailado para o grande público.


12 13

domingo 16h00 e 21h30


segunda 21h30

grande auditório



cinema: O GANG DOS TUBARÕES



17 18


sexta e sábado 21h30


grande auditório


TANGO ARGENTINO


QUINTETO JUAN ESTEBAN CUACCI





Nas últimas décadas do Século XX, o Tango voltou aos grandes palcos, ao cinema, aos salões de dança e às academias.

Voltou como uma paixão, em cidades da Europa, América e Ásia. Uma paixão que representa a evolução máxima alcançada pela dança a pares, acompanhada por música orquestral .

Nasceu para se dançar abraçado; para festejar a mistura étnica resultante da avalanche de imigrantes europeus que buscavam, naquele "Sul do mundo", novos afectos.

Os seus instrumentos são o piano, violinos, cordas graves e o bandoneon, que parece ser próprio e exclusivo do Tango.

T[h]omar em Torres Novas

Não é só o concessionário da Opel de Tomar que se muda para Torres Novas. Também o projecto electrónico Urb e a dupla de [anti-]DJs BioniC se mudam para a cidade do Almonda no próximo Sábado para mais uma noite, a segunda, hellectro-crash!@trampolim bar.

A partir das 22h00 os BioniC apresentam o seu dj set e Urb o seu live act. O Trampolim Bar será o centro das operações nocturnas.

quinta-feira, novembro 25, 2004

Escandaleira!!!

Numa das visitas que faço, regularmente, ao Jumento descobri que tinha sido hoje inaugurado o novo Portal do Turismo. Segui o link e descobri na página principal uma sugestão que muito me agradou, a da minha cidade natal - Tomar.

No entanto, depois do agrado veio a surpresa e a indignação logo a seguir.

Primeiro a surpresa:
"A maior e mais preciosa obra do Renascimento (?!) em Portugal, o Convento de Cristo, encontra-se na cidade berço dos Templários, Tomar"

Link



Depois a indignação:

Deixei uma e depois mais outra sugestão/comentário com vista a corrigir o erro, e, espante-se, nenhuma delas pode ser vista online.

Pelos vistos os erros informáticos estão a alasttrar a todos os órgãos do Governo.
Alguém pare este vírus!!!!

Sónia

quarta-feira, novembro 24, 2004

Uma curiosidade [pertinente]

Do Mário Bernardes, patrão do blog Terra de Paixão de Alcobaça, recebemos o seguinte email que passo a transcrever, até porque penso que outros melhor que eu poderão responder à questão do amigo Mário.

« [...] Em Alcobaça possuímos um Cine-Teatro, re-inaugurado recentemente, e que funciona
penso eu nos mesmos moldes que o vosso. Acontece que em Alcobaça todos se questionam como vai ser o modelo de gestão deste novo espaço. Actualmente é o pelouro da cultura da CM de Alcobaça que organiza os eventos mas penso que será uma situação provisória. Gostava de saber de forma funciona o vosso espaço, se tem um director artístico, se existe uma empresa para a gestão ou se é também a CM de Tomar a tomar conta do espaço.
Agradecia a vossa resposta, pois vou iniciar um debate sobre o assunto e era bastante útil saber da experiência vizinha.
Muito obrigado.

Com os melhores cumprimentos,
Mário Bernardes»


Se não estou vergonhosamente enganado, a gestão do nosso Cine-Teatro cabe à Câmara Municipal, mais concretamente aos serviços responsáveis pela cultura. Se alguém souber mais pormenores sobre o funcionamento e gestão deste espaço, faça favor [até porque, além de ter ficado curioso sobre o assunto, ando com pouca disponibilidade para procurar mais pormenorizadas informações].

terça-feira, novembro 23, 2004

T[h]omar em Lisboa

Os tomarenses u-clic continuam a promover o seu trabalho de estreia, um EP com três temas lançado em Julho, desta vez com um concerto na conceituada Galeria Zé dos Bois em Lisboa [Bairro Alto] na próxima Sexta-feira, às 23h00.

Entretanto, na passada semana o programa Ultra-Sons da RTPN estreou o video-clip realizado pela M104 [empresa de design sediada no coração da cidade] para o tema Robot'n'Roll.

Mais t[h]omarenses online

Desta vez não são blogs, mas os sites de dois projectos tomarenses: o músico Miguel Urbano, teclista da Quinta do Bill, tem em http://www.freewebs.com/miguelurbano/ a página do seu projecto a solo exclusivamente electrónico - Urb - e a dupla de [anti-]DJs BioniC abriu a sua residência virtual em http://www.freewebs.com/bioniclife/.

segunda-feira, novembro 22, 2004

Dia Santo

Gostei de ver o programazito da 2: sobre Tomar.
Sinceramente já vi coisas muitooooooooooo piores!

E não se pode exterminá-los?



Ontem resolvi ir fazer umas compras ao Entroncamento mas, antes disso, tomar o pequeno-almoço em Tomar. Manias.
Meti-me na carripana e lá vou eu e mais a minha adorada.

-Então o que vai ser?
-Um galão e um croissant de amêndoa aquecido, se faz favor.
-E o senhor?
-Uma sandes de fiambre com um pouco de manteiga e um Comp** (que eu não sei se posso fazer publicidade!) de manga/laranja.

Estávamos nós neste opíparo pequeno-almoço e eis senão quando se houve um estralhadaço que até fez impressão.

Olhei.

Estava uma senhora de rabo para o ar a tentar apanhar o que tinha caído.
As duas mãos no chão.
Cabeça rente ao solo, espreitando.

Localizou o que tinha caído.
Apanhou.
Pousou em cima da bancada.
Sacudiu as mãos no avental.
Pegou no pão-de-forma e cortou mais uma torrada.

Pergunto eu, que tenho a mania de perguntar coisas: "Com tantos milhões gastos em formação porque é que ela não foi feita?"

quinta-feira, novembro 18, 2004

Um ilustre desconhecido

Como colaboradora do Jornal "O Templário" surgiu a oportunidade de entrevistar alguns tomarenses ilustres mas que, curiosamente, a maioria dos tomarenses desconhece quem são e o que fazem. Na edição da semana passada foi publicada uma entrevista que fiz a Orlindo Gouveia Pereira, médico psiquiatra, que nasceu em Tomar há 65 anos. Da conversa interessante que tivemos, o meu entrevistado levantou algumas questões pertinentes sobre a nossa cidade, nomeadamente, que se devia "perservar mais o centro histórico da cidade" (proibir qualquer tipo de trânsito nas ruas da baixa, excepto para cargas e descargas) e que se devia criar "uma comissão de apoio ao Instituto Politecnico de Tomar", neste momento, na sua opinião, "o principal impulsionador da economoia da cidade" e que "pode não durar para sempre".

segunda-feira, novembro 15, 2004

Que cidade queremos?

N' O Templário desta semana, Salete da Ponte questiona as políticas camarárias para um património urbano, nomeadamente o património histórico, que pertence a todos os tomarenses [com e sem agá]. Um assunto que nos devia preocupar a todos. A menos que desejemos ter uma cidade descaracterizada e sem marcas visíveis da sua longa e rica História. Convirá não esquecermos que a História e a memória desta cidade, e do seu concelho, são o melhor património cultural e turístico qque temos para oferecer. E, parece-me, já chega de atentados.

Parabéns...

... atrasados, mas vale a intenção. Os Terças, resistentes adeptos das tertúlias, comemoraram 35 anos de encontros à hora do almoço no Luís da Clara em Carvalhos de Figueiredo. Além de adeptos da mesa, os Terças são também solidários com o seu semelhante e fazem recolhas de fundos para entregar a instituições de solidariedade social.

domingo, novembro 14, 2004

Um Selo para as CERCI


Uma iniciativa do Tugir e de Estaleiro.


Senhor Primeiro-Ministro

Estando perfeitamente elucidado sobre o Orçamento de Estado para 2005 e sabendo que V.Ex.ª. tenciona enviar-me uma carta em que dará esclarecimentos de que prescindo, solicito que se abstenha do respectivo expediente e faça entrega do montante respectivo a uma CERCI à escolha de Vossa Excelência.

Respeitosamente
(Ass)

sexta-feira, novembro 05, 2004

Lamento

Disseram-me que o concerto de Sérgio Godinho foi cancelado. Ainda não tive tempo, nem oportunidade, de confirmar esta informação mas parece que Godinho caiu e partiu algumas costelas. Se assim foi, lamentamos e desejamos-lhe as melhoras mas... não podias ter caído só depois de amanhã, Sérgio?
Tão mauzinhos que nós somos...

Gosto...

... mais de Tomar quando os dias azuis regressam. Até o trânsito parece menos caótico.

quinta-feira, novembro 04, 2004

Mais uma colaboracionista

Damos as boas vindas à Elsa, jornalista free-lancer e tomarense [e agora também Thomarense...], a mais recente contributor ou, como nós gostamos de dizer, colaboracionista deste vosso blog.

O Quebra Nozes


Depois da Feira das Passas, dá sempre jeito comprar um.

Neste caso não é o instrumento, tão útil no Outono quando os frutos secos fazem a sua aparição, mas sim um bilhete para ver o famoso ballet, baseado no conto "O Quebra-Nozes e o Rei dos Ratos", de E.T.A. Hoffman, mais tarde adaptado por Alexandre Dumas e musicado por Tchaikovsky.

Amanhã, se puder, não perca a magia, sonho e espírito natalício antecipado no Cine-Teatro Paraíso, pelo Ballet de São Petersburgo.

Eu vou lá estar!

Sónia

Leia mais no Guia do Lazer do Público.

BOICOTE À PASTELARIA ROSA [RUA AMORIM ROSA]

Thomar apela, por isso e em solidariedade para com José João Cupertino Martins [o cliente agredido], ao boicote à Padaria Rosa.

Da abundância de assunto à falta de tempo

Nos últimos dias tenho deixado este cantinho um pouco ao esquecimento, ou melhor, ao abandono. Não é por falta de assunto: é mesmo falta de tempo. Assunto, como até os mais desatentos terão reparado, não tem faltado na nossa cidade. Desde o cliente da Pastelaria Rosa que foi agredido [por um funcionário da casa] por ter feito uma reclamação por escrito à dança de nomes no PS local, assunto é coisa que não tem faltado por aí. Ou até mesmo, o facto de o Cine-Teatro NÃO TER ESGOTADO para assistir à excelente actuação do Mistério das Vozes Búlgaras na última quinta-feira. E ainda dizem que Tomar é uma cidade de cultura e bom gosto... E por falar em Vozes Búlgaras, quem é que disse àquela gente [i.e. aos trajados a rigor para baile de gala com orquestra e croquetes] que aquilo era um concerto "sério"?